Paulo Assim

Paulo  Assim

Paulo Assim é o pseudónimo de Paulo Carreira.
Nasceu em 1965, na aldeia de Casais de Além, freguesia de Calvaria de Cima, concelho de Porto de Mós. Habita, actualmente, na vila da Batalha e é desenhador de moldes.

Recebeu vários prémios literários nas modalidades de Romance, Conto e Poesia. Destaca:

– «A Quinta-feira dos Pássaros», romance que lhe valeu os prémios Paul Harris 2005 (Rotary Club de Faro) e Gaspar Fructuoso 2009 (Ribeira Grande, Açores).
– «Celulose», livro de poesia premiado com o Prémio Nacional de Poesia da Vila de Fânzeres em 2010.
– «Mão sobre os olhos», também Prémio Nacional de Poesia da Vila de Fânzeres em 2011.
– Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama, 13ª edição, em 2011, com o livro «Retrato a sépia».
– Prémio Nacional de Literatura Lions de Portugal 2012 – contos.
– Prémio Literário Horácio Bento Gouveia 2012 – com publicação do conto «A aviaras».
– Prémio Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage 2013 – com publicação do livro «De corpo para corpo», poesia.
– Prémio Literário Fundação Dr. Luís Rainha, Correntes d’ Escritas 2013, livro de poesia «Póvoa de Varzim ou O Paraíso Aqui».
– Prémio de Poesia Raul de Carvalho 2013, com «Livro de Família».
– Prémio de Poesia Soledade Summavielle 2013, do Núcleo de Artes e Letras de Fafe, com o livro «Árvore Genealógica».

Partilhar: